Agenda 2030 das Nações Unidas - Objectivos de Desenvolvimento Sustentável

Objetivo 11 – "Cidades e Comunidades Sustentáveis" entre os 17 objetivos de desenvolvimento sustentável

A Agenda 2030, aprovada a 25 de setembro de 2015 pela Assembleia Geral das Nações Unidas, procura afirmar uma abrangência e equilíbrio entre as várias dimensões do desenvolvimento sustentável (económica, social e ambiental), integrando 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), desdobrados em 169 metas a prosseguir nos próximos 15 anos, sucedendo desta forma aos 8 Objetivos de Desenvolvimento do Milénio.

A Agenda 2030 é bastante mais ambiciosa do que a anterior Agenda do Milénio, desde logo pelo facto de incluir “objetivos zero”, ou seja, pelo objetivo expresso de “não deixar ninguém para trás” e assumir como realizáveis a erradicação da pobreza extrema em todos os lugares até 2030, acabar com a fome e com todas as formas de desnutrição, ou alcançar o acesso universal e equitativo à água potável e segura para todos. Os 17 ODS foram aprovados por unanimidade pelos 193 Estados-membros da ONU e visam resolver as necessidades das pessoas, tanto nos países desenvolvidos como nos países em desenvolvimento:

  1. Erradicar a pobreza;
  2. Erradicar a fome;
  3. Saúde de qualidade;
  4. Educação de qualidade;
  5. Igualdade de género;
  6. Água potável e saneamento;
  7. Energias renováveis e acessíveis;
  8. Trabalho digno e crescimento económico;
  9. Indústria, Inovação e Infraestruturas;
  10. Reduzir desigualdades;
  11. Cidades e comunidades sustentáveis;
  12. Produção e consumo sustentáveis;
  13. Ação climática;
  14. Proteger a vida marinha;
  15. Proteger a vida terrestre;
  16. Paz, justiça e instituições eficazes;
  17. Parcerias para a implementação dos objetivos.

Para o cumprimento dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável, o papel e desempenho das cidades é essencial. É nelas que vive hoje metade da humanidade e em 2030 espera-se que esta proporção atinja os 60%. E 95% da expansão urbana nas próximas décadas deverá ocorrer em países em desenvolvimento.  Apesar de ocuparem apenas 3% da superfície da Terra, as áreas urbanas consumem 60% a 80% da energia e são responsáveis por 75% das emissões carbónicas. Para além da dimensão urbana dos demais objectivos, a Agenda 2030 consagra um objetivo específico para o desenvolvimento urbano: o objetivo 11 – Cidades e comunidades sustentáveis, pretende tornar-se as cidades mais inclusivas, seguras, resilientes e sustentáveis e o compromisso até 2030, nomeadamente, com o acesso de todos a uma habitação condigna, a espaços públicos seguros e inclusivos, a sistemas de transportes eficientes, a melhor planeamento urbano e participação cívica, à proteção do património cultural e natural do mundo, à prevenção de riscos e desastres e adaptação às alterações climáticas e à redução do impacto ambiental das cidades. A avaliação dos progressos será realizada regularmente, por cada país, envolvendo governos, sociedade civil, empresas e representantes de vários grupos de interesse. Será utilizado um conjunto de indicadores globais, cujos resultados serão compilados num relatório anual.

Conheça aqui os 17 ODS:

Data da última atualização: 22/08/2017
0

Etiquetas

Abordagens territoriais integradas Agenda Territorial Agenda urbana Alimentação e agricultura Alterações climáticas Ambiente urbano Avaliação de políticas Baixo carbono boas práticas Cidade-região Cidades inteligentes cidades prósperas cidades sustentáveis Coesão territorial Comparação Comunidades locais Conceitos Concurso Conselho da Europa consulta pública Contratação pública Demografia Desenvolvimento sustentável Desenvolvimento territorial desenvolvimento urbano integrado Desenvolvimento urbano sustentável Dinamarca Direitos humanos Diversidade territorial Economia circular Economia e emprego Economia social Educação Espaço público Espaço transfronteiriço ESPON Estratégias nacionais Evento Financiamento Fiscalidade Formação Fundos europeus Governança Habitação Imobiliário Inclusão social Indicadores Inovação Inovação social Instrumentos Investigação e conhecimento Itália Jovens marketing territorial Migrações e refugiados Mobilidade e transportes Municípios Natureza e biodiversidade Nações Unidas Observação OCDE Ordenamento do Território Paisagem Participação pública Património e cultura Pequenas e médias cidades PNPOT Policentrismo POLIS XXI Política de coesão Política nacional Política nacional de cidades Qualidade de vida urbana Redes e parcerias urbanas regeneração urbana Rússia Serviços de interesse geral Sistemas de informação Sistema urbano Solo Transição digital Transição energética Turismo União Europeia URBACT Urbanismo Urbano-rural Áreas funcionais Áreas metropolitanas