Cartografia de ocupação do solo disponível sem custos

A Direção-Geral do Território iniciou a disponibilização, sem custos, de séries multitemporais de cartografia de ocupação do solo para Portugal Continental que tem vindo a produzir

A Direção-Geral do Território iniciou a disponibilização, sem custos, de séries multitemporais de cartografia de ocupação do solo para Portugal Continental que tem vindo a produzir, nomeadamente a Carta de Uso e Ocupação do Solo (COS) para 1995, 2007 e 2010 e a Cartografia CORINE Land Cover para 1985, 2000, 2006 e 2012.

As edições da série COS (i.e. COS1995, COS2007 e COS2010) e da série CLC (CLC90, CLC2000, CLC2006 e CLC2012) estão acessíveis a todas as entidades da Administração Pública, às empresas e aos cidadãos, no Sistema Nacional de Informação Geográfica (SNIG), através de serviços de visualização e descarregamento via internet numa política de dados abertos. As séries multitemporais da COS e do CLC e os produtos Copernicus podem ser acedidos através do SNIG ou em dgterritorio.pt

Para além da COS, a DGT disponibiliza, simultaneamente, um conjunto de produtos de monitorização de ocupação do solo para Portugal, desenvolvidos no âmbito do Programa Copernicus pela Agência Europeia do Ambiente (EEA) em colaboração com a DGT, e.g. Atlas Urbano, Grau de Impermeabilidade 2012 e Zonas Ripícolas. Para o efeito, a DGT produziu uma série de documentos de apoio à utilização da cartografia, nomeadamente as especificações técnicas, e um estudo sobre as dinâmicas territoriais entre 1995 e 2010 com base na carta de ocupação do solo (COS). Este estudo inclui análises de alterações de uso e ocupação do solo, nomeadamente ganhos, perdas e variações das principais classes (e.g. Territórios artificializados, Agricultura, Floresta, Sistemas agro-florestais, Pastagens, Matos) a nível continental, regional, sub-regional e municipal. A documentação de apoio e os estudos estão disponíveis em dgterritorio.pt

Data da última atualização: 14/08/2017
0

Etiquetas

Abordagens territoriais integradas Agenda Territorial Agenda urbana Alimentação e agricultura Alterações climáticas Ambiente urbano Arte e cultura Avaliação de políticas Ações inovadoras Baixo carbono boas práticas Cidade-região Cidades inteligentes Coesão territorial Comunidades locais Conceitos Concurso Conselho da Europa Contratação pública cooperação nacional Demografia Desenvolvimento sustentável Desenvolvimento territorial desenvolvimento urbano integrado Desenvolvimento urbano sustentável Dinamarca Direitos humanos Diversidade territorial Economia circular Economia e emprego Economia social Educação Espaço público Espaço transfronteiriço ESPON Estratégias nacionais EUKN Evento Fundo de Desenvolvimento Urbano Fundos europeus Governança Habitação Identidade Inclusão social Indicadores Inovação Inovação social Instrumentos Investigação Investigação e conhecimento Itália JESSICA Jovens Legislação nacional Lugar marketing territorial Migrações e refugiados Mobilidade e transportes multiculturalismo Municípios Natureza e biodiversidade Nações Unidas Observação Observação do território OCDE Ocupação do solo Ordenamento do Território Paisagem Parcerias Participação pública Património Pequenas e médias cidades PNPOT Policentrismo POLIS XXI Política de cidades Política de coesão Política nacional Política nacional de cidades Qualidade de vida urbana reabilitação urbana Redes e parcerias urbanas regeneração urbana revitalização urbana Rússia Segurança e espaço público Serviços de interesse geral Sistema de gestão territorial Sistemas de informação Sistema urbano Solo Transição digital Transição energética Tratado internacional Turismo União Europeia URBACT Urbanismo Urbanização Urbano-rural Áreas funcionais Áreas metropolitanas