Concurso MAKING CITIES WORK

Concurso promovido pelo JPI Urban Europe aberto até 28 fevereiro de 2018 para projetos de inovação em áreas urbanas europeias

Encontram-se abertas até ao dia 28 de Fevereiro de 2018 as candidaturas ao concurso Making Cities Work, convidando-se municípios, empresas, investigadores, sociedade civil e outras partes interessadas a construir consórcios transnacionais para criar projetos de inovação orientados para as áreas urbanas europeias e que possam resultar em serviços e produtos comercialmente bem-sucedidos.

O concurso é promovido pelo JPI Urban Europe e tem um orçamento de 4,7 milhões de euros. As agências de financiamento participantes são a FFG (Áustria), a Innoviris (Bélgica), a Tekes (Finlândia), a RCN (Noruega) e a Agência Sueca da Energia (Suécia) e a Vinnova (Suécia). Entidades de outros países, como Portugal, podem também participar, na qualidade de parceiros dos consórcios.

O conteúdo dos projetos resultantes deste concurso deve abordar um ou mais de 4 grandes temas selecionados. Estes temas foram identificados na Agenda Estratégica de Pesquisa e Inovação do JPI Urban Europe:

Tema 1 - Repensar a mobilidade urbana
Soluções inovadoras para reduzir o congestionamento das cidades

O congestionamento do tráfego continua a ser um problema considerável para as áreas urbanas. Este não é apenas um problema de mobilidade, mas também um problema para o meio ambiente, para a saúde e qualidade de vida dos cidadãos e para a economia urbana.

Tema 2 - Implementar cidades sustentáveis e inteligentes
Projetos-piloto de serviços para cidadãos e empresas

Para facilitar sinergias entre projetos-piloto, os projetos inovadores do futuro devem usar abordagens integradoras e cruzadas. Os desafios partilhados e as práticas bem sucedidas devem ser identificados e transformados em serviços úteis para cidades e cidadãos. Os projetos deverão combinar a capacidade dos atores empresariais de transformar ideias inovadoras em oportunidade de negócios com a experiência de investigadores, incluindo as cidades no processo.

Tema 3 - Desenvolver as cidades em parceria
Colmatar o fosso entre cidadãos, empresas e as políticas das cidades

Nos últimos anos, muitas cidades europeias fizeram laboratórios de vida urbana, projetos-piloto de cidades inteligentes e outras iniciativas de inovação urbana. No entanto, verificou-se ser difícil passar de uma iniciativa que envolve os cidadãos no curto prazo para uma prática sustentada onde o envolvimento dos cidadãos é verdadeiramente incorporado.

Tema 4 - Mudanças urbanas inovadoras e sustentáveis
Reduzir os impactos negativos dos estaleiros de obras

As cidades estão a crescer e a mudar continuamente. Quando edifícios, ruas, espaços públicos ou outras infra-estruturas são construídas ou renovadas, as cidades enfrentam emissões de CO2, ruído, poluição visual e desvios forçados. Projetos relacionados com este tópico podem envolver o trabalho com municípios e empresas de construção para identificar práticas e processos inovadores que reduzam os impactos negativos dos estaleiros nas cidades.

Consulte o regulamento e saiba mais

Etiquetas: