CTUR - Cruise Traffic and Urban Regeneration

Rede URBACT II, liderada por Nápoles (Itália) e com o município de Matosinhos e APDL (Portugal) como parceiros (2009-2011)
Promotor:
Nápoles (Itália)
Parceiro(s):
Matosinhos e Administração dos Portos do Douro e Leixões - APDL (Portugal); Alicante (Espanha); Dublin (Irlanda); Helsínquia (Finlândia); Rodes (Grécia); Rostock (Alemanha); Trieste (Itália); Valência (Espanha); Varna (Bulgária)
Outro(s) envolvido(s):
Grupo de Ação Local
Descrição:

Esta rede temática teve como objetivo estudar a importância que as infraestruturas portuárias podem ter no desenvolvimento das cidades, procurando contribuir para a resolução de tensões entre as funções portuárias e as demais funções urbanas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

As principais questões que motivaram o interesse por este tema estão relacionadas com a forma como a evolução dos transportes marítimos está a contribuir, ou não, para uma mais ampla sustentabilidade urbana em cidades portuárias. 

Realizações e resultados:

A CTUR foi a única rede a abordar a questão das cidades portuárias, na perspectiva específica dos efeitos do tráfego de cruzeiros no desenvolvimento integrado e sustentável das mesmas. Procurou utilizar as experiências das cidades parceiras para estudar os obstáculos e as oportunidades que influenciam o processo de desenvolvimento sustentável, no contexto das cidades portuárias em particular.

Data da última atualização: 18/08/2017
Total votes: 64
0
Região:
Município(s):
Data / Período:

1 Jan 2009 até 1 Jul 2011

Montante global de investimento:
€130.000,00
Fontes de financiamento:
FEDER (85%)
Enquadramento programático:
URBACT II
Ponto de contacto:

Joana Moreira, Câmara Municipal de Matosinhos

Elsa SeverinoCâmara Municipal de Matosinhos

Amélia Castro, APDL

Artigos relacionados: