Qualidade de vida em cidades europeias

Inquérito de perceção promovido pela Comissão Europeia a cada três anos, com o objetivo de obter a opinião dos cidadãos europeus sobre a qualidade de vida da cidade onde vivem

O Eurobarómetro “Qualidade de Vida nas Cidades Europeias 2015”, publicado em janeiro de 2016, foi conduzido pela Comissão Europeia, através de uma iniciativa da Direção-Geral da Política Regional e Urbana, com o objetivo de obter a opinião dos cidadãos europeus sobre a qualidade de vida da cidade onde vivem.

Seguindo-se a barómetros semelhantes realizados com uma periodicidade trienal desde 2006, esta análise realizou-se em 79 cidades e 4 áreas urbanas de todos os países da União Europeia, aos quais se juntaram a Islândia, a Noruega, a Suiça e a Turquia.

Através de uma gama diversificada de questões, cerca de 41.000 pessoas de diversos grupos etários e sociais, aproximadamente 500 por cidade, foram convidadas a expressar a sua opinião sobre os vários aspectos da vida urbana, organizados em 5 grandes grupos:

  1. a satisfação dos cidadãos com a sua cidade;
  2. a visão dos cidadãos sobre a sua cidade;
  3. questões ambientais;
  4. a situação pessoal do entrevistado;
  5. as três mais importantes questões que se colocam na sua cidade, partindo de uma lista de 10.

As entrevistas são realizadas em todas as capitais dos países envolvidos (exceto a Suiça) e em, pelo menos, mais uma cidade de cada país. Em Portugal são consideradas 2 cidades - Lisboa e Braga - e ainda a área urbana de Lisboa.

Os resultados obtidos em 2016 são muito variados e as disparidades entre cidades por vezes consideráveis mas, em geral, pode realçar-se que, excepto em 6 cidades, mais de 80% dos europeus estão satisfeitos de viver na sua cidade.

Pretende-se com este trabalho informar os diversos agentes envolvidos no planeamento e gestão urbana, mas também a sociedade civil, contribuindo assim para um melhor desenvolvimento das nossas cidades.