TOGETHER - Territories of Co-responsability

Rede URBACT II, liderada por Mulhouse (França) e com o município da Covilhã como parceiro (2009-2012)
Promotor:
Mulhouse (França)
Parceiro(s):
Covilhã (Portugal); Botkyrka (Suécia); Braine l´Alleud (Bélgica); Debica (Polónia); Kavala (Grécia); Pergine Valsugana (Itália); Salaspils (Letónia)
Outro(s) envolvido(s):
Grupo de Ação Local
Descrição:

Esta rede temática de planeamento de ação teve como objetivo a procura de soluções para a crise económica e as suas consequências em matéria de desemprego e exclusão social, que possam ser partilhadas pelas autoridades públicas, agentes económicos e cidadãos, segundo um princípio de co-responsabilização. 

A rede apoia-se na metodologia SPIRAL - Societal Progress Indicators for the Responsability of All, lançada em 2005 pelo Conselho da Europa no âmbito de sua estratégia e do plano de ação pela coesão social, que visa a construção, com a participação dos cidadãos, de indicadores de bem-estar que permitam o acompanhamento da evolução do bem-estar de todos e a identificação de situações de exclusão com base em critérios materiais e imateriais. O objetivo é aumentar o impacto das ações públicas e privadas através da consideração desses critérios e desenvolver ações-piloto de inclusão social em torno da ideia de co-responsabilidade dos atores. A coordenação destas atividades é assegurada por um comité de monitorização que agrega os representates de todas as partes interessadas locais (muniípio, serviços públicos, empresas, associações, cidadãos, etc).   

Realizações e resultados:

A abordagem SPIRAL tem permitido o lançamento de ações-piloto inovadoras de inclusão social para um grupo alargado de pessoas, desempregados de longa duração, beneficiários do rendimento social de inserção, crianças e jovens em bairros urbanos desfavorecidos, abandono escolar e em temas específicos, como o acesso à habitação. 

Os trabalhos desta rede também permitiram a ampliação do conceito de inclusão social para além da exclusão económica, tomando em consideração o bem-estar em todas as suas diversas dimensões, incluindo no trabalho, na escola e na vida do bairro. A perspetiva de co-responsabilização também assegurou a consideração do bem-estar das gerações futuras, particularmente visível no caso de ações-piloto concertadas para o consumo sustentável de acordo com o plano local climático e a agenda 21.   

 

Total votes: 163
Região:
Subregião:
Município(s):
Data / Período:

1 Nov 2009 até 1 Nov 2012

Montante global de investimento:
€92.198,00
Fontes de financiamento:
FEDER (85%)
Enquadramento programático:
URBACT II
Ponto de contacto:

Cristina Maximino, Câmara Municipal da Covilhã
 

Artigos relacionados: