Plano de Ação para a Economia Circular

Participe na consulta pública, que decorre até 30 de setembro

Encontra-se em consulta pública até 30 de setembro o Plano de Ação para a Economia Circular (PAEC), promovido pelo Ministério do Ambiente enquanto modelo estratégico de crescimento e de investimento assente na eficiência e valorização dos recursos e na minimização dos impactes ambientais. Este documento surge à luz dos compromissos internacionais de Portugal, como o Acordo de Paris, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e a própria União Europeia.

O PAEC apresenta três níveis de ações a serem introduzidas e trabalhadas durante os próximos 3 anos: ações nacionais, que consolidam algumas das ações de vários Ministérios para esta transição, agendas sectoriais e agendas locais, que devem ser adaptadas às especificidades socioeconómicas regionais. Pela sua transversalidade, a Secretaria-Geral do Ministério do Ambiente lança o desafio à participação no processo de Consulta Pública, a decorrer até 30 de Setembro.

 

O Plano de Ação para a Economia Circular realça o papel determinante das cidades na aceleração da economia circular, pelo estabelecimento des redes de soluções, práticas e conhecimento e pela promoção da interação entre agentes para multiplicação e transferência de conhecimento, mas também pelos fortes impactos das cidades enquanto consumidoras de recursos naturais, fontes de emissões poluentes e de produção de resíduos.

As Cidades Circulares enquadram-se no conceito estratégico - Economia Circular - assente não só na redução, reutilização, recuperação e reciclagem de materiais e energia, como também num novo modelo económico reorganizado e, ecologicamente, eficiente e valorizado dos sistemas de produção e do consumo em circuitos fechados.

Esta é uma oportunidade para desempenhar um papel ativo nesta transição, apresentando contributos, sugestões, opiniões e a partilha do mesmo desafio com outros, tendo sido já lançado, neste âmbito, o Programa Apoiar a Transição para uma Economia Circular - Fase I.


>>>  Consulte o Portal eco.nomia             Participe no Portal PARTICIPA <<<


 

Data da última atualização: 25/08/2017
0
Data / Período:

30 Set 2017

Documento(s) e website(s) de referência:
Tema(s) (Agenda Urbana UE):

Etiquetas

Abordagens territoriais integradas Agenda Territorial Agenda urbana Alimentação e agricultura Alterações climáticas Ambiente urbano Arte e cultura Avaliação de políticas Ações inovadoras Baixo carbono boas práticas Cidade-região Cidades inteligentes cidades sustentáveis Coesão territorial Comparação Comunidades locais Conceitos Concurso concursos Conselho da Europa Contratação pública Convenção cooperação nacional Demografia Desenvolvimento sustentável Desenvolvimento territorial desenvolvimento urbano integrado Desenvolvimento urbano sustentável Dinamarca Direitos humanos Diversidade territorial Economia circular Economia e emprego Economia social Educação Espaço público Espaço transfronteiriço ESPON Estratégias nacionais EUKN Evento Fiscalidade Fundo de Desenvolvimento Urbano Fundos europeus Governança Habitação Identidade Imobiliário Inclusão social Indicadores Inovação Inovação social Instrumentos Investigação e conhecimento Itália JESSICA Jovens Lugar marketing territorial Migrações e refugiados Mobilidade e transportes multiculturalismo Municípios Natureza e biodiversidade Nações Unidas Observação OCDE Ocupação do solo Ordenamento do Território Paisagem Parcerias Participação pública Património Pequenas e médias cidades PNPOT Policentrismo POLIS XXI Política de coesão Política nacional Política nacional de cidades prémio Qualidade de vida urbana reabilitação urbana Redes e parcerias urbanas regeneração urbana revitalização urbana RFSC Rússia Segurança e espaço público Serviços de interesse geral Sistema de gestão territorial Sistemas de informação Sistema urbano Solo Transição digital Transição energética Tratado internacional Turismo União Europeia URBACT Urbanismo Urbanização Urbano-rural Áreas funcionais Áreas metropolitanas