ESPON ‘Policy Brief’: Infraestrutura Verde em Áreas Urbanas

Conheça e descarregue gratuitamente o novo resumo de política ‘Green Infrastructure in Urban Areas’ publicado pelo Programa de Cooperação Territorial Europeia ESPON 2020

A Infraestrutura Verde (GI) é composta por áreas verdes e/ou azuis interconectadas, desenvolvidas por meio de uma abordagem de planeamento urbanístico que cria soluções para problemas de conservação do solo, efeitos ecológicos e sociais da expansão urbana e rápida fragmentação de paisagens. A Infraestrutura Verde pode ser uma ferramenta para ordenar áreas urbanas, proteger e apoiar a integridade das funções ecológicas e culturais e garantir o desenvolvimento urbano sustentável.

As autoridades locais tendem a assumir a principal responsabilidade pela implementação da Infraestrutura Verde na Europa, influenciando a sua renovação e expansão e promovendo centros urbanos mais verdes e sustentáveis. Apesar de exemplos relevantes de boas práticas de sistemas planeamento urbano que incorporam uma abordagem GI, ainda há grande incerteza na prática de planeamento urbanístico sobre como, em que escalas e em que fases do processo de planeamento se deve utilizar esta abordagem. Também não é claro qual a melhor forma de se beneficiar de abordagens integradas para apoiar o desenvolvimento urbano sustentável.

Este resumo de política agora publicado pelo Programa de Cooperação Territorial Europeia ESPON 2020 promove uma abordagem GI no planeamento urbanístico que não apenas conecta diferentes elementos biofísicos, mas também atravessa fronteiras ecológicas e políticas, vinculando políticas sectoriais. Visa ainda apoiar as discussões em torno da implementação da Infraestrutura Verde ao nível intergovernamental durante a Presidência Croata do Conselho da União Europeia neste primeiro semestre de 2020.

Explore e descarregue gratuitamente este novo Resumo de Política sobre Infraestrutura Verde em Áreas Urbanas. Saiba mais no Portal do ESPON.