InC2: 1.ª Conferência Nacional Redes Cidades Circulares

Dia 15 de novembro de 2021, entre as 10:00 e as 16:30, no Auditório Manuel Menezes de Figueiredo, em Vila Nova de Gaia

Irá realizar-se no próximo dia 15 de novembro, entre as 10:00 e as 16:30, no Auditório Manuel Menezes de Figueiredo, em Vila Nova de Gaia, a 1.ª Conferência Nacional Redes Cidades Circulares, promovida pela Direção-Geral do Território, no âmbito da Iniciativa Nacional Cidades Circulares (InC2).

Esta conferência conta com a presença do Ministro do Ambiente e da Ação Climática, dos Secretários de Estado do Ambiente e da Mobilidade, da Diretora-Geral do Território, de autarcas, peritos e outras partes interessadas na promoção da economia circular nas cidades. Reúne, pela primeira vez, os 28 municípios parceiros envolvidos nas quatro Redes Cidades Circulares recentemente constituídas:

R2CS – Urbanismo e Construção, liderada por Vila Nova de Gaia através da Gaiurb Urbanismo e Habitação E.M., tendo como parceiros os municípios de Mangualde, Mértola, Oliveira de Frades, Ponta Delgada, Ponte de Sor, Ribeira Brava, Valongo;

Circularnet – Economia Urbana para a Circularidade, liderada pelo município da Figueira da Foz, com os municípios de Arcos de Valdevez, Guarda, Monforte, Moura, Praia da Vitória, Tavira, Vila Nova de Famalicão;

RURBANLINK - Relações-Urbano-Rurais - liderada pelo Fundão, tendo como parceiros os municípios de Bragança, Câmara de Lobos, Guimarães, Penela, Reguengos de Monsaraz, Ribeira Grande e Lisboa E-Nova - Agência de Energia-Ambiente de Lisboa;

Capt2 - Ciclo Urbano da Água - liderada pelo município de Guimarães, através do Laboratório da Paisagem de Guimarães, contando com os municípios de Águeda, Lagoa (Açores), Loulé, Mértola, Oeiras, Oliveira de Frades, Ponte de Sor.

Recorde-se que os trabalhos das redes constituídas no âmbito da InC2, tiveram início em setembro de 2021, após a assinatura dos contratos de financiamento celebrados entre a Autoridade de Gestão da InC2 e os parceiros líder de cada uma das quatro redes selecionadas. Os 28 municípios parceiros já iniciaram as atividades de capacitação, cooperação e aprendizagem, com o objetivo de dar resposta aos desafios urbanos comuns no âmbito da transição para uma economia circular. No final do período de execução física e financeira das redes, cada município deverá ter concluído um Plano Local de Ação Integrada que inclua ações que promovam a transição para uma economia circular em contexto urbano, no âmbito dos temas abordados.

O evento tem um formato presencial, de participação livre, embora sujeito a inscrição prévia através do preenchimento do formulário disponível no final da página do evento no portal da InC2.

Conheça o programa completo e inscreva-se!